Vereadora sugere que Prefeitura de Manaus contrate empresas que priorizem suficiência energética

Thaysa disse que, ao visitar alguns órgãos públicos municipais observou que o padrão dos ares-condicionados e lâmpadas não respeitavam as normas ambientais, o que gera mais custos aos cofres públicos.

Portal Soberano

A vereadora Thaysa Lippy (Progressista) apresentou uma indicação, nesta semana, para que a Prefeitura de Manaus priorize em suas contratações empresas que utilizem equipamentos com eficiência energética.

Continua depois da Publicidade

Thaysa disse que, ao visitar alguns órgãos públicos municipais observou que o padrão dos ares-condicionados e lâmpadas não respeitavam as normas ambientais, o que gera mais custos aos cofres públicos.

Segundo a parlamentar, a nova Lei de Licitações prevê, inclusive, benefícios para empresas que priorizarem a suficiência energética, como cita o artigo Art. 144. “Na contratação de obras, fornecimentos e serviços, inclusive de engenharia, poderá ser estabelecida remuneração variável vinculada ao desempenho do contratado, com base em metas, padrões de qualidade, critérios de sustentabilidade ambiental e prazos de entrega definidos no edital de licitação e no contrato”.

“Eficiência energética significa gerar a mesma quantidade de energia com menos recursos naturais ou obter o mesmo serviço com menos energia. Ou seja, cada um de nós pode contribuir para um uso mais eficiente da energia, buscando equipamentos mais eficientes, e isso até diminui o consumo e consequentemente gera economia ao erário público”, defende Thaysa.

Continua depois da Publicidade

*Com informações da assessoria de imprensa