CPI da Pandemia contará com relatório preliminar dos 30 primeiros dias

A solicitação foi feita pelo presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), nesta quinta-feira, quando também ficou acordado que o documento será submetido à apreciação dos membros do colegiado.

Foto: Reprodução

 

Portal Soberano

Continua depois da Publicidade

Um relatório preliminar com o balanço dos primeiros 30 dias de trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia (CPI da Pandemia) será apresentado pelo relator, senador Renan Calheiros (MDB-AL), a pedido do presidente do colegiado, senador Omar Aziz (PSD-AM). A solicitação aconteceu, nesta quinta-feira, 20/05, durante o segundo dia de depoimento do ex-ministro da Saúde (MS), Eduardo Pazuello. Ficou acordado que o documento deverá ser submetido à análise dos membros da comissão.

A CPI da Pandemia foi instalada no Senado Federal, no dia 27 de abril. Na mesma ocasião, o senador Omar foi eleito presidente da comissão investigadora e o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) como vice. A primeira reunião deliberativa do colegiado ocorreu no dia 29 do mesmo mês, quando foram aprovados requerimentos de informação e de convocação do atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e dos três ex-ministros que passaram pelo órgão, desde o início da pandemia: Luiz Henrique Mandetta, Nelson Teich e Eduardo Pazuello.

De acordo com Omar, o relatório preliminar servirá para auxiliar os trabalhos dos próprios senadores membros da CPI, bem como mostrar o que já foi apurado pela comissão e que integrará o documento final. “Nós não somos inquisidores aqui. Não adianta pedirem para a gente enforcar três pessoas por dia, que nós não vamos retornar, infelizmente, as 441 mil pessoas que morreram. Até por isso, que eu pedi do senador Renan que faça um apanhado desses primeiros 30 dias de trabalho, juntando tudo aquilo que nós já produzimos aqui, para que fique vivo e não digam que a CPI está descambando”.

Continua depois da Publicidade

Próxima semana – A próxima semana de reuniões semipresenciais do colegiado iniciará, na terça-feira, 25/05, com a oitiva da secretária de Gestão do Trabalho do MS, Mayra Pinheiro.  A médica, atualmente, responde a uma ação de improbidade administrativa em decorrência da crise na saúde do Amazonas.

Na quarta-feira, 26/05, a reunião será para deliberar sobre requerimentos de informação e de convocação que estão pendentes. E, na quinta-feira, 27/05, será o depoimento do ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde, Antônio Elcio Franco.

Continua depois da Publicidade

 

*Com informações da assessoria de imprensa.

Continua depois da Publicidade