Wilson Lima entrega primeiros cartões do Auxílio Estadual permanente a famílias que moram em Manaus

Amanhã (10) começa a distribuição dos cartões nos nove postos instalados na capital, onde há 158 mil famílias beneficiárias.

Portal Soberano

Na véspera da abertura dos postos para a distribuição dos cartões do Auxílio Estadual permanente em Manaus, que começa na quarta-feira (10/11), o governador Wilson Lima entregou os primeiros cartões para 859 famílias da capital nesta terça-feira (09/11), em solenidade no Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, no bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus.

Continua depois da Publicidade

“Esse é um programa diferenciado, um programa que eu tenho me dedicado de corpo e alma. Sabe por que ele é importante? Porque ele chega à pessoa que mais precisa. Porque é com esse cartão que as pessoas vão poder ir ao comércio e colocar comida no prato da família”, ressaltou o governador.

No valor mensal de R$ 150, o auxílio vai beneficiar 300 mil famílias em todo o estado, sendo 158 mil somente na capital. O Governo do Amazonas montou nove postos em todas as zonas de Manaus para iniciar a entrega dos cartões na quarta-feira. Para conferir se tem direito ao benefício é necessário acessar o site auxilio.am.gov.br. O site também informa quando e onde o cartão será entregue.

“Vai ajudar a comprar alimentação, porque eu estou tentando ver se eu consigo me equilibrar numa fonte de refeição, para eu poder alimentar minha família. Para quem não tem nada, não tem uma carteira assinada, não tem nada faz diferença sim. Eu agradeço ao Governo do Amazonas, muito obrigado”, contou Ana Conceição, uma das beneficiadas com o auxílio.

Continua depois da Publicidade

A entrega do cartão será feita somente para o titular do benefício, mediante apresentação de documento de identificação com foto, coleta de assinatura na cautela e registro no aplicativo SASI. Nesta terça-feira, os 859 beneficiários contemplados têm os nomes iniciados com a letra “A”, são moradores de bairros e comunidades do entorno do Centro de Convivência e foram previamente convocados via telefone para comparecerem ao local.

O auxílio, que agora passa a ser permanente, é considerado o maior programa de transferência de renda da história do Amazonas e vai garantir segurança alimentar da população em situação de pobreza e extrema pobreza. Além de garantir a dignidade de quem mais precisa, o programa vai impulsionar o aquecimento econômico. Em 12 meses, o Estado injetará na economia dos 62 municípios R$ 540 milhões.

Continua depois da Publicidade

O projeto de lei do Governo do Amazonas que institui o Auxílio Estadual permanente foi aprovado na Assembleia Legislativa do Estado (Aleam) no dia 27 de outubro deste ano. Criada pelo governador Wilson Lima, a medida está inserida no pacote de ações sociais implementadas pelo governo para a população em situação de vulnerabilidade social.

“É um auxílio que está chegando na hora certa, é um complemento de renda que vai fazer a diferença em talvez uma família ter ou não um alimento amanhã na sua mesa. Então, é muito importante um projeto que envolve, além da questão financeira, o carinho e demonstra a preocupação do governador com 300 mil famílias, com mais de 1 milhão de pessoas que vão ser diretamente atingidas e atendidas por esse benefício”, disse a secretária de Estado de Assistência Social, Alessandra Campêlo.

Continua depois da Publicidade

A entrega do Auxílio Estadual permanente também vai beneficiar a atividade econômica, pois representará uma injeção mensal de recursos da ordem de R$ 45 milhões, perfazendo R$ 540 milhões por ano.
Estiveram presentes na cerimônia de entrega dos primeiros cartões os deputados estaduais Cabo Maciel, Joana Darc, Terezinha Ruiz, Dr. Gomes, Carlos Bessa, além de vereadores de Manaus, entre eles o presidente da Câmara Municipal, David Reis, e representantes de entidades do comércio, como o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CLD-Manaus), Ralph Assayag. Também compareceram os prefeitos Jander Lobato, de São Sebastião do Uatumã, e Ribamar Beleza, de Santa Isabel do Rio Negro.

“Os beneficiários do programa são aquelas pessoas que, após a pandemia, não tiveram condições de trabalhar, condições de se reinserir no mercado de trabalho. O Auxílio vem para dar condições para 300 mil famílias, para que elas possam ter a segurança alimentar garantida na mesa”, disse a secretária executiva do Fundo de Promoção Social, Kathleen Braz.

Interior – Outros 141.749 beneficiários do programa residem nos 61 municípios do interior do Amazonas. O cronograma de entrega no interior será divulgado nos próximos dias pelo Governo do Estado, mas já é possível acessar o site e conferir se está entre os contemplados.

* Com informações da assessoria de imprensa