Teatro Amazonas apresenta sarau com Corpos Artísticos para visitantes

A apresentação do Coral do Amazonas aconteceu na tarde desta sexta-feira (03/09).

Portal Soberano

O último horário de visita ao Teatro Amazonas, nesta sexta-feira (03/09), começou com uma apresentação do Coral do Amazonas no hall do maior patrimônio cultural do Estado. O sarau realizado pela soprano Mirian Abad, mezzo-soprano Samanta Costa e o pianista Hilo Carriel faz parte da proposta de apresentar os Corpos Artísticos do Estados para o público.

Continua depois da Publicidade

Segundo o secretário em exercício na pasta de Cultura e Economia Criativa, Cândido Jeremias, as apresentações acontecem duas vezes por mês, a cada 15 dias, para agregar valor à visitação ao espaço cultural.

“As visitas ao Teatro Amazonas acontecem com grupos de até 25 pessoas e recebemos para o sarau somente quem fez o agendamento no Portal da Cultura, seguindo todos os protocolos de segurança em prevenção a Covid-19”, afirma Jeremias.

O regente titular do Coral do Amazonas, maestro Otávio Simões, explica que a iniciativa oferece a possibilidade de mostrar o perfil de cada Corpo Artístico.

Continua depois da Publicidade

“Temos orquestras, coral e balé. Muita gente não está acostumada com uma ópera de duas horas, então assistir uma apresentação de meia hora pode ser a iniciativa que faltava para despertar o interesse das pessoas por esses espetáculos”, comenta o maestro. “Temos um retorno muito bom, após o sarau, o público procura saber sobre a relação das músicas, sempre acontece esse contato”.

Nesta edição foram interpretadas obras de Mozart, Bellini, Gluck, Donizetti, Delibes, Rossini.

Continua depois da Publicidade

Em Manaus pela primeira vez, o autônomo Ivano Cristali, de São Paulo, foi conhecer o Teatro Amazonas nesta sexta-feira e não parou de gravar a apresentação pelo celular. Ele conta que está viajando com a mulher de navio e chegou a cidade no último dia 26 de agosto.

“Eu não esperava, achei que seria somente a visita, mas a apresentação tornou tudo muito mais interessante”, afirma o turista.

Continua depois da Publicidade

Agendamento – Para agendar uma visita, o público escolhe o horário e informa um número de telefone e o CPF no Portal da Cultura (cultura.am.gov.br). A entrada é liberada mediante a apresentação da carteira de vacinação.

Crianças até 10 anos, pessoas com deficiência e pessoas nascidas no Amazonas, mediante comprovação da naturalidade, têm entrada gratuita. Os demais visitantes pagam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada) para estudantes, pessoas acima de 60 anos, professores, doadores de sangue, militares e acompanhantes de pessoas com deficiência, mediante a apresentação de documentos.

Protocolos – O Teatro Amazonas adotou todos os procedimentos necessários para evitar o risco de contaminação e garantir a segurança das pessoas. No local é exigido o uso de máscara, medição da temperatura e distanciamento entre pessoas de 1,5 metro. Também fica proibido o contato físico com elementos dos espaços, como colunas, paredes, vitrines expositoras, esculturas, pinturas, demarcadores, portas e maçanetas.

*Com informações da assessoria de imprensa