Pescadores da calha do Madeira recebem cestas básicas do Governo do Amazonas

Ao todo, já foram entregues mais de 40,8 mil cestas básicas, em 46 municípios.

Portal Soberano

Seguindo com as entregas de cestas básicas em todo o Amazonas para os produtores rurais, o Governo do Estado destinou, na quinta-feira (02/09), mais de 2,5 mil cestas básicas para os pescadores artesanais que foram afetados pela pandemia e cheia histórica dos municípios de Humaitá, Borba e Manicoré (respectivamente distantes 591, 150 e 322 quilômetros de Manaus), situados na região do Madeira.

Continua depois da Publicidade

Em Humaitá, foram destinadas 605 cestas para a Colônia de Pescadores Z-31. Já em Borba foram entregues 727 cestas para a Colônia Z-26, 376 para o Sindicato de Pescadores e 167 para a Associação de Pescadores. Seguindo para Manicoré, foram entregues 396 cestas para a Colônia Z-20 e 273 para o Sindicato de Pescadores. Na ação, foram beneficiadas 2.517 famílias de pescadores em vulnerabilidade social.

O vice-presidente do Sindicato de Pescadores de Borba, Antônio Soares, ressalta o valor dessa cesta básica para o pescador que teve sua atividade prejudicada devido à pandemia e cheia.

“Já estamos retomando nossa pesca, estamos saindo desse período difícil, e essa cesta vai garantir o alimento de todos os nossos associados, chegando em ótima hora”, afirma.

Continua depois da Publicidade

A doação faz parte do Termo de Cooperação Técnica firmado entre o Governo do Amazonas, por meio da Sepror, que realiza as entregas das cestas básicas, e o Governo Federal, por meio do Ministério da Cidadania (MC), Companhia Nacional de Abastecimento (Conab/AM), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa/AM) e Superintendência Federal da Agricultura (SFA/AM), órgãos responsáveis pela aquisição das cestas.

“Esse é o compromisso do governador Wilson Lima, em atender aqueles pescadores mais distantes. Fruto da parceria entre o Governo do Amazonas, Governo Federal e as prefeituras locais”, disse o secretário Adjunto de Pesca e Aquicultura da Sepror, Leocy Cutrim.

Continua depois da Publicidade

Ao todo, já foram entregues mais de 40,8 mil cestas básicas, em 46 municípios: Autazes, Urucará, Silves, Itapiranga, Rio Preto da Eva, Presidente Figueiredo, Novo Airão, Maués, São Paulo de Olivença, Boa Vista do Ramos, Caapiranga, Nhamundá, Iranduba, Manacapuru, Tapauá, Canutama, Manaquiri, Careiro Castanho, São Sebastião do Uatumã, Coari, Japurá, Lábrea, Tefé, Pauini, Tabatinga, Benjamin Constant, Atalaia do Norte, Tonantins, Santo Antônio do Içá, Boca do Acre, Itacoatiara, Urucurituba, Beruri, Parintins, Careiro da Várzea, Nova Olinda do Norte, Eirunepé, Guajará, Envira, Ipixuna, Uarini e Novo Aripuanã e Manaus.

Benefício – No total, serão destinadas aproximadamente 62 mil cestas de alimentos para colônias, associações e sindicatos da atividade pesqueira, por meio dos quais serão entregues para os pescadores artesanais cadastrados, que possuem RGP ativo junto à Secretaria Especial de Aquicultura e ao Mapa, residentes nos 61 municípios do estado e na capital, Manaus.

Continua depois da Publicidade

Cada cesta pesa 21 quilos e contém 10 quilos de arroz, 4 quilos de feijão, 2 quilos de farinha de mandioca, 2 quilos de açúcar, 1 quilo de flocos de milho, 1 quilo de macarrão e 1 quilo de leite em pó.

*Com informações da assessoria de imprensa