Setemp realiza roda de conversa ‘Mães Empreendedoras’ em parceria com o Sebrae

Evento na sede da secretaria teve a presença de mais de 50 mulheres.

Portal Soberano

Para incentivar o protagonismo da mulher, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria Executiva do Trabalho e Empreendedorismo (Setemp), órgão da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), realizou, na tarde da terça-feira (17/08), a roda de conversa “Mães Empreendedoras”, para mais de 50 mulheres, na sede da Setemp. O evento foi realizado em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Continua depois da Publicidade

A conversa foi mediada pela especialista em Negócios e Empreendedorismo, Maria José; pela MBA em Finanças Empresariais e Gestora de Incubadora de Empresas, Gabriela Fonteles; e pela especialista em Marketing Digital, Jamile Galvão. Elas compartilharam as suas experiências como mães e empreendedoras, além de dar dicas de como empreender em tempos de pandemia e usar as redes sociais como ferramentas de negócio.

O evento contou ainda com a presença da titular da Setemp, Neila Azrak; da diretora técnica do Sebrae, Adrianne Gonçalves; e da gestora do Projeto de Empreendedorismo Feminino do Amazonas do Sebrae, Maria Cione Guimarães. Maria Cione destacou a importância da proposta para as mulheres amazonenses: “O projeto tem o objetivo de capacitar e desenvolver as competências e habilidades empreendedoras das mulheres, através de encontros e palestras que auxiliarão no desenvolvimento de sua própria fonte de renda”.

Mulheres das associações do Clube da Melhor Idade, Santuário da Vida, Caminhada do Japiim, Associação AAMI, Instituto de Inclusão Social e Cidadania e Instituto Casa da Mamãe, entre outros, além de artesãs e permissionárias do Shopping do Artesanato e Economia Solidária, participaram da palestra, que atenderá outros municípios do interior do estado.

Continua depois da Publicidade

A secretária executiva do Trabalho e Empreendedorismo, Neila Azrak, agradeceu a parceria e ressaltou a iniciativa do projeto: “Apoiar e incentivar o empreendedorismo feminismo é ampliar as chances de mais mães e mulheres empoderadas na geração de renda, além de capacitá-las para o novo mercado”.

*Com informações da assessoria de imprensa

Continua depois da Publicidade