Governo do Amazonas entrega mais de 4,3 mil cestas básicas para pescadores do Alto Solimões

Nas ações, também ocorreu a compra e doação de produtos regionais.

Portal Soberano

Em ação itinerante no Alto Solimões, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), entregou, entre os dias 13 e 14 de agosto, mais de 4,3 mil cestas básicas para pescadores artesanais dos municípios de Tabatinga, Benjamin Constant, Atalaia do Norte, Tonantins e Santo Antônio do Içá.

Continua depois da Publicidade

As cestas foram destinadas para as associações, sindicatos e colônias do Alto Solimões e serão entregues para os pescadores artesanais cadastrados, que possuem o Registro Geral de Pesca (RGP) ativo junto à Secretaria Especial de Aquicultura e ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

O assessor técnico da Sepror, Luís Otávio, ressalta o compromisso que o Governo do Amazonas, em conjunto com o Governo Federal possuem, para levar as cestas básicas para os pescadores mais distantes, buscando atender todos os municípios do Amazonas.

“Nós sabemos que essa cesta básica não resolve a vida dos pescadores, mas ela vem em um bom momento, vem para contribuir e ajudar. O Governo busca dar dignidade para essas pessoas, com fomentos na atividade pesqueira, como ocorreu em 2020, em Tabatinga, com a entrega do entreposto de pescado e conjuntos de apoio à pesca artesanal”, disse Luís.

Continua depois da Publicidade

Na sexta-feira foram destinadas 690 cestas básicas para Tabatinga, 1.960 para Benjamin Constant e 143 para Atalaia do Norte. Já no sábado, foram 357 para Tonantins e 1.182 para o município de Santo Antônio do Içá, beneficiando 4.332 famílias de pescadores artesanais que foram afetados pela pandemia e cheia histórica.

“É importante ver que o governador Wilson Lima está lidando diretamente com a pesca, pois tem disponibilizado seu tempo para escutar nossas demandas. E essas ações de cestas básicas, que estão chegando nesse momento tão difícil, vai melhorar nossas vidas. Fico grato por essa entrega ser direto para o pescador, sem o intermediário”, ressalta o presidente da Colônia Z-03 do município de Benjamin Constant, João Vieira.

Continua depois da Publicidade

A ação contou com o apoio da Companhia de Saneamento do Amazonas, Instituto de Desenvolvimento Agropecuário Florestal e Sustentável (Idam), Agência de Defesa Agropecuária e Florestal (Adaf), Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS) e Fundo de Promoção Social (FPS).

A doação faz parte do Termo de Cooperação Técnica firmado entre o Governo do Amazonas, por meio da Sepror, que realiza as entregas das cestas básicas, e o Governo Federal, por meio do Ministério da Cidadania (MC), Companhia Nacional de Abastecimento (Conab/AM), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa/AM) e Superintendência Federal da Agricultura (SFA/AM), órgãos responsáveis pela aquisição das cestas.

Continua depois da Publicidade

Ao todo, já foram entregues mais de 31,8 mil cestas básicas, distribuídas em 30 municípios: Itapiranga, Silves, Rio Preto da Eva, Presidente Figueiredo, Novo Airão, Maués, São Paulo de Olivença, Boa Vista do Ramos, Caapiranga, Nhamundá, Iranduba, Manacapuru, Tapauá, Canutama, Manaquiri, Careiro Castanho, Autazes, Urucará, São Sebastião do Uatumã, Coari, Japurá, Lábrea, Tefé, Pauini, Tabatinga, Benjamin Constant, Atalaia do Norte, Tonantins e Santo Antônio do Içá.

Benefício – No total, serão destinadas aproximadamente 60 mil cestas de alimentos para colônias, associações e sindicatos da atividade pesqueira, por meio dos quais serão entregues para os pescadores artesanais cadastrados, que possuem o Registro Geral de Pesca (RGP) ativo junto à Secretaria Especial de Aquicultura e ao Mapa, residentes nos 61 municípios do estado e na capital, Manaus.

Aquisição de produtos – Em Benjamin Constant e Atalaia do Norte, a Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS) realizou a aquisição e doação simultânea de três toneladas de pescados. Já em Tabatinga foram adquiridos produtos da agricultura indígena, ambos serão doados para famílias de produtores rurais do Alto Solimões, que se encontram em vulnerabilidade social e nutricional.

Aquisição de equipamentos – O Fundo de Promoção Social (FPS) destinou o cheque de pagamento para a aquisição e fomento de equipamentos para a Associação dos Agricultores Familiares de Atalaia do Norte (Assfran) e para a Colônia Z-03 de pescadores de Benjamin Constant, no valor total de recursos em R$ 275,7 mil, para incentivar a produção agrícola e pesqueira da região.

*Com informações da assessoria de imprensa