SSP-AM inicia instalação de links de internet em unidades policiais do interior

De 124 unidades policiais do interior, apenas 28 possuíam internet.

Portal Soberano

A Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) começou a conectar unidades da Polícia Civil e Polícia Militar do interior do Amazonas à internet. Resultado de parceria com o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), a medida vai tirar delegacias e batalhões policiais do isolamento de comunicação pela rede mundial de computadores. Haverá também melhoria nas condições de registro de ocorrências pela população e maior celeridade na coleta de dados de criminalidade dos municípios.

Continua depois da Publicidade

De 124 unidades policiais do interior, apenas 28 possuíam internet. As ações de conexão já alcançaram 20 cidades até o momento.

A implantação de links de internet no interior é um dos benefícios alcançados pelo governo estadual com a adesão ao Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp), feita pela SSP-AM. A plataforma oferece diversas soluções tecnológicas aos órgãos do sistema de segurança.

O convênio com a SSP previu a implantação de três dessas soluções: o Procedimentos Policiais Eletrônicos (PPE), que serve para o registro de Boletins de Ocorrência (BOs); a Central de Atendimento e Despacho (Sinesp CAD), que possibilita o gerenciamento das ligações aos números emergenciais 190 e 193; e o InfoSeg, que é um banco de dados nacional com informações sobre foragidos da Justiça, veículos roubados e furtados, assim como armas de fogo.

Continua depois da Publicidade

Em Manaus, os sistemas estão implantados e em funcionamento. Mas, para o interior, é preciso fazer a instalação dos links de internet, o que as unidades policiais nunca tiveram. O chefe do Departamento de Tecnologia da SSP, delegado Bruno Hitotuzi, disse que o trabalho policial nos municípios do interior ganha com a modernização.

“Recebemos neste primeiro lote cem links de internet que vão ser instalados ao longo de 60 dias. Através desse link vamos usar o PPE, que é um sistema de boletim de ocorrência e procedimentos policiais eletrônicos. Isso é um marco para a segurança do nosso estado, pois, pela primeira vez, os governos estadual e federal tomaram a iniciativa de colocar esses links nos municípios”, disse.

Continua depois da Publicidade

Direcionado a Polícia Civil, o PPE serve, entre outras coisas, para o registro de ocorrência nas delegacias, substituindo o Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp). Para funcionar no interior, serão instalados links de internet em 63 delegacias de Polícia Civil e 37 unidades da Polícia Militar.

Hitotuzi enfatizou que os policiais civis passarão por qualificação para utilizar a nova ferramenta. “O Departamento de Polícia do Interior, juntamente com a Delegacia Geral, vai passar esses treinamentos para os policiais civis no interior. Eles terão três opções, sendo uma virtual, ou deslocando para capital amazonense, ou quando uma equipe visitar cada município”, explicou o chefe do setor de tecnologia da SSP.

Continua depois da Publicidade

Sinesp – Maior rede de dados criminais e ferramentas policiais do Brasil, o Sinesp interliga as instituições de Segurança Pública do Amazonas à base nacional de dados de veículos, pessoas, mandados de busca e apreensão, prisão e procedimentos. O Estado é o nono a fazer a adesão.

“Vamos ter uniformidade com relação à estatística, ou seja, todas as ocorrências e apresentações vão ser inseridas no sistema. Vamos ter acesso aqui na capital com relação aos homicídios, lesão corporal e feminicídio registrados no interior, em tempo real. Também vamos saber a quantidade de drogas e ter o controle da população carcerária no interior”, explicou Hitotuzi.

*Com informações da assessoria de imprensa