Veja vídeo: Grupo de militantes petista deixa convenção no momento em que Eduardo Braga é chamado para discursar

O emedebista votou a favor do impeachment da ex-presidente cassada Dilma Rousseff em 2016.

Portal Soberano

A presença do pré-candidato ao Governo do Amazonas, senador Eduardo Braga (MDB), deixou o clima pesado na convenção estadual do PT, neste sábado (30). Após ele ser chamado para discursar no evento um grupo de militantes petista deixou o evento.

Continua depois da Publicidade

A militância discorda do apoio do ex-presidente Lula (PT), pré-candidato a presidência da República, a Eduardo Braga nas eleições deste ano. O emedebista votou a favor do impeachment da ex-presidente cassada Dilma Rousseff em 2016.

Antes de Braga receber oportunidade para falar os discursos eram de que todos os convidados fossem respeitados porque a aliança havia sido firmada por Lula.

No entanto, o vereador e candidato a deputado federal Sassá da Construção Civil (PT) chamou o político de ‘golpista’ e reforçou que o senador não terá seu apoio.

Continua depois da Publicidade

“Quero dizer que golpista aqui não tem vez. […] Eu não vou pedir a benção de ninguém e vou apoiar o presidente Lula. O senador Eduardo Braga está fora do meu apoio”, disparou Sassá no evento realizado no Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindimetal).

Eduardo Braga não conseguiu esconder o mal-estar que sentiu na convenção do PT, ele esboçou estar à vontade, mas acabou fechando a expressão em vários momentos.

Continua depois da Publicidade

No evento, nenhum dos oradores pediu votos para ele. Sobrou-lhe apenas citações protocolares.