“É um ultimato para todos que estão na Praça dos Três Poderes”, diz Bolsonaro em manifestação

Sob os gritos de “Fora, Alexandre!”, o mandatário afirmou que o STF perdeu as condições mínimas de estar dentro daquele tribunal.

Portal Soberano

O presidente Jair Bolsonaro participou nesta terça-feira (7) de ato a favor do governo, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Os manifestantes também levavam cartazes em defesa do voto impresso e contra o Supremo Tribunal Federal (STF).

Continua depois da Publicidade

Bolsonaro ficou no local por cerca de meia hora e discursou em um carro de som, acompanhado de ministros. Ele reafirmou que as autoridades devem agir dentro dos limites da Constituição e fez referência a decisões do STF.

Ele falou para manifestantes que se deslocaram em ônibus de várias partes do país a fim de participar da manifestação, convocada, entre outros, pelo próprio Bolsonaro.

De acordo com o presidente, “uma pessoa específica da região dos três poderes” está “barbarizando” a população e fazendo “prisões políticas”, que, segundo afirmou, não se pode mais aceitar.

Continua depois da Publicidade

“Não podemos continuar aceitando que uma pessoa específica da região dos três poderes continue barbarizando a nossa população. Não podemos aceitar mais prisões políticas no nosso Brasil. Ou o chefe desse poder enquadra o seu ou esse poder pode sofrer aquilo que nós não queremos”, disse.

Nas palavras de Bolsonaro, “o Supremo Tribunal Federal perdeu as condições mínimas de continuar dentro daquele tribunal”.

Continua depois da Publicidade

“Nós todos aqui, sem exceção, somos aqueles que dirão para onde o Brasil deverá ir. Temos em nossa bandeira escrito ordem e progresso. É isso que nós queremos. Não queremos ruptura, não queremos brigar com poder nenhum. Mas não podemos admitir que uma pessoa turve a nossa democracia. Não podemos admitir que uma pessoa coloque em risco a nossa liberdade”, declarou.

Ele afirmou a manifestação foi um “comunicado”, um “ultimato” para os chefes dos poderes da República: “Esse retrato que estamos vendo nesse dia não é de mim nem ninguém em cima desse carro de vocês. Esse retrato é de vocês. É um comunicado, é um ultimato para todos que estão na Praça dos Três Poderes, inclusive eu presidente da República, para onde devemos ir”, disse.

Continua depois da Publicidade

*Com informações do Portal AM POST