Público volta a visitar os espaços culturais

Seis locais administrados pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa estão funcionando desde maio.

 

Portal Soberano

Continua depois da Publicidade

Os espaços culturais administrados pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, voltam a receber um público expressivo após a reabertura, com 80 visitas, em média, por dia. Teatro Amazonas e os centros culturais Palácio Rio Negro e Palácio da Justiça abriram as portas em maio, enquanto o Povos da Amazônia, Galeria do Largo e Casa das Artes estão funcionando desde a segunda quinzena de junho.

Segundo o secretário Marcos Apolo Muniz, em 48 dias, 4.251 pessoas passaram pelos equipamentos. Ele explica que a pasta tem aberto os espaços de forma gradual, com agendamento e cumprimento dos protocolos de segurança contra a Covid-19.

“É um momento de avaliação do cenário e também de observar o comportamento do público, para que possamos seguir com a visitação turística em segurança”, comenta o titular da pasta. “Além dos protocolos adotados, todos os espaços passam pelo processo de sanitização e têm totens de álcool em pontos estratégicos”.

Continua depois da Publicidade

O agendamento deve ser feito pelo Portal da Cultura (cultura.am.gov.br) para o Teatro Amazonas e os centros culturais Palácio Rio Negro, Palácio da Justiça e Povos da Amazônia. Na Casa das Artes e Galeria do Largo, o acesso é liberado, mas as visitas acontecem com grupos de até dez pessoas, para evitar aglomeração.

Em todos os locais é exigido o uso de máscara, medição da temperatura e distanciamento entre pessoas de 1,5 metro. Também fica proibido o contato físico com elementos dos espaços, como colunas, paredes, vitrines expositoras, esculturas, pinturas, demarcadores, portas e maçanetas.

Continua depois da Publicidade

Teatro Amazonas – O patrimônio histórico funciona para visitação de terça a sábado, das 9h às 17h. No circuito mediado, de 30 minutos, o público tem a oportunidade de conhecer o Salão Nobre do Teatro Amazonas, o Salão de Espetáculos e o Salão Verde.

Crianças até 10 anos, pessoas com deficiência e pessoas nascidas no Amazonas, mediante comprovação da naturalidade, têm entrada gratuita. Os demais visitantes pagam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada) para estudantes, pessoas acima de 60 anos, professores, doadores de sangue, militares e acompanhantes de pessoas com deficiência, mediante a apresentação de documentos.

Continua depois da Publicidade

Centros culturais – Os roteiros do Palácio da Justiça, Palácio Rio Negro e Povos da Amazônia também têm, no máximo, 30 minutos de duração. As visitas são realizadas de segunda a sábado, das 9h às 17h, com acesso gratuito.

Casa das Artes e Galeria do Largo – Os equipamentos funcionam de terça a domingo, das 15h às 20h, com entrada gratuita.

Na programação da Galeria do Largo está a mostra “Coletiva 20.21” enquanto na Casa das Artes estão em cartaz seis exposições inéditas.

 

*Com informações da assessoria de imprensa