Falta de diálogo entre equipes de saúde dos municípios e SES-AM atrasa vacinação contra Covid

Deputado lembrou que o Brasil se aproxima de 440 mil mortos por Covid, com média móvel de 1.953 vítimas por dia.

Foto: Divulgação

 

Portal Soberano

Continua depois da Publicidade

No dia em que a Prefeitura de Manaus inicia a vacinação contra Covid dos professores, o deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) fez um apelo na manhã desta quarta-feira, 19, para que as equipes de saúde dos 62 municípios do Amazonas e a SES-AM (Secretaria de Estado de Saúde) deixem de lado a contínua falta de entendimento e diálogo, para evitar um atraso ainda maior na imunização da população contra o coronavírus.

“O Amazonas poderia ter avançado mais, uma série de atropelos foram registrados, a contínua falta de entendimento entre as equipes – e não digo aqui entre os secretários – da SES-AM e das secretarias municipais, (…) esse desentrosamento, essa falta de empatia recíproca tem atrapalhado muito. Rogo a Deus que aja uma solução mais rápida, que caia a ficha dessas equipes para que mais rapidamente possamos avançar”, disse o deputado durante discurso na sessão plenária desta quarta da ALE-AM (Assembleia Legislativa do Amazonas).

Serafim lembrou que o Brasil se aproxima de 440 mil mortos por Covid, com média móvel de 1.953 vítimas por dia.

Continua depois da Publicidade

“Vejo com preocupação que qualquer demora pode ser muito cruel com categorias como a dos motoristas de ônibus, como os garis, que se expõe diariamente e que correm risco de serem contaminados. Portanto, fica aqui o meu apelo para que todos os envolvidos se empenhem na vacinação, mas, sobretudo, os amigos das 62 equipes de vacinação dos municípios amazonenses com a Secretaria Estadual de Saúde tenham entrosamento e empatia”, reforçou.

O parlamentar destacou que o início da vacinação dos professores representa a imunização de uma das categorias mais importantes para o estado, se não a mais importante.

Continua depois da Publicidade

“Nós somos o segundo país no mundo com o maior número de mortes em todo mundo. É claro que equívocos aconteceram, erros crassos foram cometidos, têm os setores competentes para investigar quem errou, mas entendo que o mais importante agora é avançarmos na vacinação. E hoje começa a vacinação de uma das categorias mais importantes, se não a mais importante, que é a dos professores. O apelo que faço daqui é o de que os professores compareçam a essa vacinação. Dessa forma eles estarão preservando as suas vidas, de seus familiares e futuramente de seus alunos”, disse o líder do PSB na ALE-AM.

Em entrevista à imprensa, o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), afirmou que a previsão é que em cinco dias esse grupo prioritário já tenha recebido a primeira dose da vacina. Até a manhã desta terça-feira, a plataforma Imuniza Manaus já havia cadastrado mais de 20 mil pessoas desse grupo.

Continua depois da Publicidade

Saiba mais – A vacinação dos profissionais da Educação será feita, de acordo com a Semsa (Secretaria Municipal de Saúde), de forma escalonada. Na quarta-feira, poderão procurar os sete pontos de vacinação montados pela Semsa em todos os distritos de saúde, os trabalhadores de ensino básico da rede municipal e federal. De quinta-feira a sábado (20, 21 e 22), será a vez dos que atuam no ensino básico da rede estadual. Na segunda-feira da próxima semana (24/05), receberão a primeira dose os trabalhadores de ensino básico da rede particular e na terça-feira (25), os de ensino superior estadual, federal e particular.

Para ser vacinado, o trabalhador da Educação deve apresentar documento de identificação original, com foto; CPF; e contracheque ou carteira de trabalho que comprove seu vínculo com o estabelecimento de ensino (original e cópia).

 

*Com informações da assessoria de imprensa.