Alunos da rede estadual recriam símbolos pascais em forma de mosaicos

Atividade teve como objetivo aproximar os jovens da história da Páscoa.

Foto: Divulgação

 

Portal Soberano

Continua depois da Publicidade

A técnica do mosaico foi o método utilizado por alunos dos 4º e 5º anos da Escola Estadual de Tempo Integral (EETI) Machado de Assis, zona sul de Manaus, para dar vida aos símbolos pascais, em atividade alusiva à Páscoa, celebrada no próximo domingo (04/04). Ao todo, 140 estudantes, com idades de 9 e 10 anos, participaram do projeto, que teve como objetivo aproximar os jovens da história da festividade religiosa.

A atividade foi idealizada pela professora de Artes Visuais, Susy de Azevedo, que, diretamente de Manacapuru, distante 68 quilômetros da capital, gravou e disponibilizou ao grupo aulas teóricas e práticas com os conteúdos sobre Arte Mosaico e os símbolos pascais. Por meio da plataforma Google Classroom e do aplicativo WhatsApp, os alunos tiveram acesso aos registros e deram início à produção dos mosaicos.

“O momento é propício para o tema, a partir de uma técnica muito trabalhada na Antiguidade, a [técnica] mosaica, que é a união de pequenos pedaços de ladrilhos, surgindo, assim, uma imagem. Procurei trabalhar o conteúdo com o que estamos vivendo agora, que é a época da Páscoa”, afirmou a professora de Artes Visuais.

Continua depois da Publicidade

De acordo com ela, a iniciativa foi bem recepcionada por parte dos estudantes e dos pais/responsáveis. Para realizarem o trabalho, os alunos tiveram que se utilizar de emborrachado, casca de ovo, pedaços de papéis coloridos, bolinhas de papel e miçanga, dentre outros itens.

“Na ausência desses materiais, a orientação foi que poderiam realizar os desenhos em seu caderno, em uma folha de A4, ou que os imprimissem e, a partir da produção das linhas aleatórias, formando uma geometria, aplicassem a tinta, os lápis de cores ou pincéis atômicos”, pontuou Susy.

Continua depois da Publicidade

Conforme a professora, atividades como essa são importantes porque não apenas aproximam o estudante dos conteúdos trabalhados como também destacam o talento do aluno, que merece ser reconhecido. “São trabalhos que merecem ser apresentados, destacados e, principalmente, incentivados. Que através da arte possamos evidenciar e motivar cada vez mais nossos jovens talentos”, acrescentou.

Aproximação – Para a gestora da EETI Machado de Assis, Josiane Costa, a atividade foi mais que satisfatória, porque, além de resultar em belos trabalhos, aproximou os pais e os estudantes durante o ensino remoto.

Continua depois da Publicidade

“Acredito que projetos atraentes e diferenciados, no período de aulas não presenciais, despertam no aluno maior interesse na realização das atividades. Fora isso, a professora Susy planeja seus trabalhos para que o discente use materiais do seu cotidiano, fazendo com que eles se envolvam e participem mais”, finalizou a gestora.

 

*Com informações da assessoria de imprensa.