Em Manaus, secretário de Obras realiza mutirão de infraestrutura

Ao todo, 300 toneladas de massa asfáltica foram aplicadas nas vias, muitas essenciais para o transporte público da região.

Portal Soberano

O titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), da capital amazonense, Marcos Rotta (DEM), deu início ao primeiro mutirão integrado de tapa-buraco e limpeza do ano, neste sábado, 9, na Colônia Antônio Aleixo, zona Leste de Manaus. Os trabalhos são realizados por equipes da em 17 ruas que recebem revitalização.

Continua depois da Publicidade

Aproximadamente 100 servidores da Seminf atuaram neste início da ação, que foi integrada por membros dos 14 Distritos de Obras de Manaus. Ao todo, 300 toneladas de massa asfáltica foram aplicadas nas vias, muitas essenciais para o transporte público da região.

Marcos Rotta explicou que a operação segue a determinação do Executivo Municipal para recompor o asfaltamento dos bairros da cidade, principalmente nas áreas mais afastadas.

“A Colônia Antônio Aleixo enfrenta uma série de dificuldades pela negligência que sofreu ao longo dos anos, mas por determinação do prefeito nós mudaremos esse cenário aqui e em todos os bairros de Manaus. Nossa missão é estar todos os dias nas ruas, ouvindo a população com muita humildade e levando soluções assertivas para os manauenses que tanto anseiam por melhorias na cidade”, disse Rotta.

Continua depois da Publicidade

Revitalização
No bairro, a Seminf já realizou a revitalização da rede de iluminação da estrada da Colônia Antônio Aleixo, onde 150 pontos estão em pleno funcionamento com lâmpadas a LED, ao longo de 5 quilômetros de via.

De acordo com Marcos Rotta, também está sendo realizada a construção da ciclofaixa do bairro, que terá dois quilômetros de extensão para a prática de atividades físicas. A entrega está prevista para acontecer na primeira quinzena do próximo mês de fevereiro.

Continua depois da Publicidade

Morador da Colônia há 40 anos, o líder comunitário Edivaldo Barreto, 58, disse que o bairro nunca recebeu soluções definitivas em relação à infraestrutura. “Quando as equipes apareciam aqui só executavam ações paliativas. Esta é a primeira vez que nosso bairro recebe uma operação tão grande”, observou.

* Com informações da assessoria de imprensa

Continua depois da Publicidade